Acolhimento mais humanitário para pacientes em BH a partir da próxima segunda-feira

 

Publicado em: 23/09/2022 09:09

Whatsapp

 

Casa de Apoio
Acolhimento mais humanitário para pacientes em BH a partir da próxima segunda-feira

A partir da próxima segunda-feira (26), os usuários do serviço de saúde de João Monlevade, com indicação do SUS para o Tratamento Fora de Domicílio (TFD) em Belo Horizonte, serão recebidos na Casa de Apoio Maria Bunita Convivência.

Dessa forma, os pacientes e seus acompanhantes que viajarem no Ônibus da Saúde, para fazer consultas, exames ou procedimentos na capital, terão um local confortável, aconchegante e com estrutura adequada para acolhê-los antes e depois de serem atendidos.

A Casa de Apoio fica localizada na rua Jacuí, nº 260, no bairro Floresta, região hospitalar de Belo Horizonte. Ao fazerem uso do transporte sanitário, os pacientes de João Monlevade vão desembarcar no local, onde poderão descansar antes de se dirigirem para o procedimento médico. Depois de serem atendidos, eles devem voltar para lá e aguardar os ônibus para retornar a João Monlevade.

Até então, o município não contava com esse serviço, o que obrigava as pessoas a esperarem os procedimentos no local onde os ônibus ficavam estacionados. A secretária municipal de Saúde, Raquel de Souza Paiva Drumond, destacou a importância do serviço. “Teremos um espaço com quartos, banheiros, camas, cozinha e todo conforto necessário para receber as pessoas de forma humanizada", ressaltou.
Funcionamento

O translado para hospital ou clínica ficará a cargo da Maria Bunita Convivência. Além disso, os pacientes e seus acompanhantes terão direito a um lanche e uma refeição, desde que respeitados os horários da casa. O café da manhã é servido de 6h30 as 9h, almoço de 11h30 as 13h30, café da tarde de 14h as 15h e jantar de 18h30 as 20h.

Atualmente, dois ônibus fazem o transporte dos pacientes para Belo Horizonte, de segunda a sexta-feira. O primeiro sai de João Monlevade as 4h com previsão de chegada à capital as 7h e retorno as 13h30. O segundo sai as 8h, com previsão de chegada as 11h, retornando as 17h30.

Consequentemente, aqueles que viajarem no primeiro ônibus poderão tomar o café da manhã e almoçar na Casa de Apoio. Quem viajar no segundo poderá almoçar e tomar o café da tarde. Quem necessitar pernoitar no local terá direito a todas as refeições, incluindo o jantar.

Para solicitar o pernoite, os usuários terão que apresentar exame ou relatório médico que justifique a necessidade de dormir na Casa de Apoio. A assistente social da Secretaria Municipal de Saúde é quem vai verificar os exames e a situação dos pacientes antes de liberar a estadia.