Ativistas do movimento negro monlevadense participam de palestras no Cras

 

Publicado em: 19/11/2021 08:45

Whatsapp

 

Dia da Consciência Negra
Ativistas do movimento negro de João Monlevade participaram de um ciclo de debates no Centro de Referência da Assistência Social (Cras). O encontro foi promovido pela Prefeitura de João Monlevade, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, e teve como objetivo  debater a importância do Dia da Consciência Negra, comemorado no dia 20 de novembro. As atividades foram realizadas no Centro Comunitário do bairro Cruzeiro Celeste.


De acordo com a psicóloga do Cras, Mônica de Paula Silva, o encontro contou com a participação de representantes do Candomblé, Salve Pretitude, Pastoral Afro, dentre outros.  Segundo Mônica, o evento foi um grande momento para fortalecer, ampliar e valorizar a cultura africana, reconhecendo e conferindo significado às identidades.

 
A secretária municipal de Assistência Social, Marinete Morais, explicou que o evento foi um momento de escuta e também propositivo. “A transformação para uma sociedade antirracista começa com pequenas ações. Essa atividade do Cras foi primeira de várias que daremos continuidade dentro da secretaria”, comentou. 


Segundo Marinete, chamou atenção durante o encontro, a fala de uma mãe e de um pai beneficiários do Cras que comentaram sobre as estratégias de superação do preconceito e do racismo vivenciados com os filhos e familiares. “Acredito que debates e discussões sobre racismo, preconceito e discriminação devem e serão sempre pautados, pois nesse país de desigualdades, infelizmente a vulnerabilidade social tem  cor”, lamentou a secretária.  

 

Data - O Dia da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro e marca o dia da morte de Zumbi dos Palmares. A data foi criada em 2003, sendo incluído no calendário escolar de todo o Brasil.