Ator monlevadense de renome internacional ministra oficina na Prefeitura

 

Publicado em: 14/09/2022 07:31

Whatsapp

 

Ricardo Nortier, que vive na Venezuela, volta à cidade para trabalho credenciado em edital da Fundação Casa de Cultura; sua trajetória inclui apresentações na América Latina e Europa

 

Da Venezuela para João Monlevade: este é o caminho inverso do artista monlevadense Ricardo Nortier este mês. Ele vive no país vizinho desde 1996 e chega à cidade para ministrar uma oficina gratuita de preparação de atores e diretores de teatro no período de 17 a 21 de setembro, no auditório da Prefeitura. O trabalho foi credenciado no Edital da Fundação Casa de Cultura lançado em agosto.

Com 52 anos de idade e 30 de experiência teatral,  incursões em TV e cinema, premiações no currículo e apresentações mundo afora, Nortier destaca a emoção de poder trazer um pouco de seu conhecimento ao público local. “É divertido e ao mesmo tempo emocionante, depois de tanto tempo, poder voltar a Monlevade e dar um pouquinho do que Monlevade me deu”.

Na oficina, Nortier estará acompanhado pelo venezuelano Orlando Arocha Gonzales, um dos diretores mais importantes da Venezuela e um dos parceiros de Nortier em “La Caja de Fosforos”, companhia teatral e espaço para espetáculos próprios e de terceiros.

 “É um espaço super interessane, porque é de teatro de arte, e com ele a gente viaja para várias partes do mundo”, conta Ricardo a respeito de “La Caja de Fosforos”. Inglaterra, Espanha, Chile e Argentina estão entre os itinerários por onde já transitou o trabalho do grupo.

 

Consolidação

 

Ricardo Nortier, que começou em teatro em João Monlevade com o grupo “Roda Viva”, deixou a cidade em 1991 e graduou-se em arte teatral no Centro de Formação Artística (Cefar) do Palácio das Artes, em Belo Horizonte.

Na capital mineira, criou o grupo “Circuito de Artes Cênicas” e acumulou alguns prêmios como diretor e cenógrafo. Depois, morou no Rio de Janeiro, atuando e ministrando oficinas. Em 1996, mudou-se para a Venezuela, onde, além da atuação teatral, é diretor da mostra de audiovisual “Ver para Crer”.

Como autor, assinou, entre outras, a peça “A Insólita Cozinha de Leonardo Da Vinci”, em que transpôs para o teatro os escritos gastronômicos do grande artista renascentista. O trabalho, selecionado em edital da Caixa Econômica Federal, circulou o Brasil e ganhou as páginas de jornais como “O Globo” e “Folha de São Paulo”.

 

Oficina

 

A Oficina de Preparação de Atores e Diretores tem duração de quatro dias. No primeiro dia, sábado (17), as aulas serão no horário de 14 às 18 horas. Nos demais – de 19 a 21 (segunda a quarta-feira) - serão de 18 às 20 horas.

Interessados em conhecer o trabalho de Nortier e aprender com sua experiência devem se inscrever por meio de formulário online, disponível nas redes sociais da Casa de Cultura,  https://forms.gle/xwSsLqTnxHvUiGRYA