Fundação Municipal Crê-Ser recebe doação de livros pelo programa Pró-Voluntário da ArcelorMittal

 

Publicado em: 11/02/2021 13:40

Whatsapp

 

Fundação Municipal Crê-Ser recebe doação de livros pelo programa Pró-Voluntário da ArcelorMittal

 

A Fundação Municipal Crê-Ser recebeu a doação de aproximadamente 200 livros infanto-juvenis arrecadados durante campanha do programa Pró-Voluntário da ArcelorMittal. A solenidade de entrega dos livros contou com a presença de alguns acolhidos da instituição e dos representantes da empresa: Mônica Rodrigues Xavier, Geraldo Carvalho e Mariano Miranda. “Conheço a Fundação e sei o quanto é séria e sinto-me honrada em poder servir e ajudar neste projeto” comentou a coordenadora do Pró-Voluntário Mônica Xavier.

A diretora executiva da Fundação, Helenita Pinto Melo Lopes, ressalta que a parceria com o Pró-Voluntário vem de longa data. “Queremos sempre manter esse apoio com os voluntários que sempre nos ajudam. O lado que doa também ganha, quando percebe que em uma simples ação voluntária consegue contribuir para um mundo mais humano”, comenta.

Opinião - Segundo Helenita, houve uma grande satisfação por parte dos funcionários da Fundação durante a campanha de doação de livros que se sentiram acolhidos. A assessora técnica de diretoria da Fundação, Nádia Guimarães, destaca que o hábito da leitura ajuda a reduzir o estresse e a ansiedade, desperta a imaginação e melhora a concentração.

Para a coordenadora da unidade acolhedora, Natália Dias a leitura ajuda na criatividade das crianças e facilita o trabalho entre a escola e a Fundação.  Já para a psicóloga Maria José Assis Leite, a leitura possibilita às crianças verem o mundo de outra forma. “Ler é uma necessidade básica e com essa pandemia, elas viajam no mundo com segurança”, brinca.

Luzia Brandão - A proposta da diretora executiva da Fundação é nomear a biblioteca da instituição com o nome de “Luzia Brandão”, que foi uma funcionária antiga da ArcelorMittal, ainda no tempo em que era Belgo Mineira e que esteve ligada aos movimentos  sociais e entidades de classe na cidade.

*fotos: Ernane Motta/Fundação Crê-Ser